sábado, 18 de julho de 2009

Futebol de Botão e/ou Video Game

Até os anos 80, o Futebol de Botão e o Video Game faziam parte das brincadeiras de muitas crianças. Se de um lado o futebol de botão juntava a turma em volta da mesa, o video game fazia todos se sentarem na sala em frente à TV para a brincadeira. Os anos se passaram e a tecnologia foi aumentando. O Vídeo Game foi ficando a cada ano que se passava ainda mais moderno, enquanto isso o Futebol de Botão mantinha sua simplicidade. Porém, aos poucos, o simples jogo de botão foi perdendo espaço entre a garotada. As fábricas que produziam os jogos mais simples e baratos foram deixando de produzi-los devido, principalmente, ao fato dos grandes clubes exigirem pagamento pelo uso de imagem. O Futebol ganhou as telas da TV, e agora já não era uma palheta que acionava o jogador, mas sim os botões dos controles.
Os hábitos de geração para geração vão mudando. E o futebol de botão foi sendo aos poucos esquecido pelas novas gerações. Torna-se facil de conferir isso nas lojas de brinquedos ou em pequenos estabelecimentos, onde antes era facil de se encontrar um jogo de futebol botão. Hoje, é mais fácil encontrar cds e dvds para video games trazidos do Paraguai. E o mais curioso, custam o mesmo preço que custavam nossos queridos jogos.

Vivi minha infância nos anos 80. Curti o Odyssey que meu pai havia comprado para nós, e adorava ir na casa do meu primo e do meu amigo jogar Atari. Quando se é criança a única coisa que interessa é se você está se divertindo ou não. Se a brincadeira está legal ela pode se estender por horas e horas e nem vemos o tempo passar. Se a brincadeira estivesse chata, bastava parar e começar outra.

Volta e meia, os videogames ganha espaço em noticiários. Seja devido ao fato de estar associado ao aumento do sedentarismo e à obesidade entre os jovens, seja pela associação de jogos violentos à comportamentos agressivos dos adolescentes, ou , quem diria, aos beneficios que ele pode trazer. Assim como o Futebol de Botão, o Video Game pode trazer muitos beneficios aos praticantes, tais como: aumento da coordenação motora, melhora da habilidade motora fina, melhora do raciocínio rápido, ajuda na concentração, ajuda na socialização, além de ser uma forma deliciosa de lazer.

Nesse ultimo quesito, ambos são muito bons. Basta agora resgatar essa simplicidade do Futebol de Botão e apresentá-las às novas gerações que ainda não o conhecem.
Cabe a nós os trintões, quarentões e cinqüentões apaixonados por este jogo oferecer a oportunidade de mais alguém se apaixonar por ele, assim como nós nos apaixonamos um dia.

3 comentários:

  1. realmente o video game robou a cena, mas nada como uma partida de botão.

    ResponderExcluir
  2. muito legal esse texto pois ele mostra como as gerações mudam

    ResponderExcluir